Mensagens

Rosegal | Review

Imagem
Eu sei que tenho andado desaparecida mas a vontade de escrever tem sido pouca. Esta publicação devia ter saído antes do dia catorze mas a encomenda ainda não tinha chegado. Assim, como foi recebida na sexta-feira, aproveito para vos mostrar as coisinhas amorosas que adquiri na Rosegal. Como estava a precisar de umas botas novas, decidi arriscar. Quando vi estas, fiquei apaixonada. A cor cativou-me e atrevi-me. Pedi o número 40 e serve na perfeição. Já para não falar que a qualidade é fantástica. 

Imbuída pelo espírito do dia de S. Valentim e, como tinha a necessidade de adquirir uma power bank para os dias em que, distraidamente, fico sem bateria no telemóvel, resolvi pedir este coraçãozinho com asas. É que, para além de ser aquilo que eu queria, ainda é um hand warmer. A sério, aquece as mãos. Que bom, já viram? Fiquei tão contente. É uma fofura, não acham? Não podia ter ficado mais satisfeita. Se gostarem de algum dos produtos do site, não se esqueçam de usar o código de cupão Laur…

Chiado Books | Passatempo

Imagem
Recordam-se de vos ter falado do livro Tia Guida, escrito pelo André Fernandes? Está bem, só os mais assíduos compreenderão do que falo. De qualquer forma, poderão sempre clicar em cima do título do mesmo e saber mais sobre a obra. Pois bem, é com enorme satisfação que vos informo que o meu blogue vai realizar o seu primeiro passatempo. O mesmo resulta da minha estimada parceria com a Chiado Books, como é óbvio. E, é com carinho que vos posso dizer que vou oferecer um exemplar deste guia impressionante, que ajuda a lidar com uma das contrariedades mais difíceis que pode surgir na vida de qualquer um de nós.
"André Fernandes nasceu a 1 de Fevereiro de 1991, em Lisboa. Aos 21 anos de idade, licenciou-se em Ciências da Comunicação através da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Um ano depois, publicou a sua primeira obra, "Tia Guida", um livro que fala sobre cancro, tanto para aqueles que o têm como para aqueles que o vêem ter."

Para…
Imagem
E se a lua mudar um milhão de vezes, um milhão de vezes eu vou mudar com ela.

Mil Andanças | El Capricho De Cotrina

Imagem
Como já vos contei, anteriormente, em Dezembro andei a passear e no dia nove fui a Badajoz. Podia fazer uma vasta reportagem fotográfica mas decidi mostrar-vos a coisa que mais gostei. Para quem já foi a Barcelona, deve ser familiar. As pessoas que conhecem o Park Güell, concebido por Gaudí, vão reconhecer de imediato. Antes de partirmos, o meu marido investigou na internet o que visitar, como faz sempre. E, encontrou El Capricho De Cotrina, situado em Los Santos De Maimona. Não ficava, propriamente, no centro da província mas resolvemos ir na mesma. Estávamos muito curiosos porque lemos que Francisco González Grajera inspirou-se no famoso arquitecto catalão para construir uma autêntica casa de princesas. Começou em 1988 e fez tudo sozinho. Desenhou os esboços e ia construindo nos tempos livres. Mais tarde, dedicou-se a tempo inteiro. Infelizmente, faleceu em 2016 e a obra ficou por terminar. Quando lá chegamos, estava fechado mas tinha um número de telemóvel afixado para ligarmos no…

Chá Para Dois | Hetero Doméstico

Imagem
Ele é um hétero, doméstico, maior de 18 anos, maduro mas amador, muito misterioso e é o autor do, animadíssimo, blogue Hetero Doméstico. Um espaço que relata insólitos insuflados com muito humor. Por ter descrito o nosso bolo como enérgico, citrino e, deliciosamente, fresco; só posso pedir, com todo o vigor, que o vão visitar o mais rapidamente possível. Arrependimento? Zero.

D.: Para ti, chá de... H.: Camomila.
D.: Qual é o teu blogue? H.: É um blogue de humor, baseado em insólitos tristes e demasiado reais, que surgem nas notícias como episódios de uma novela virtual, que podem ser facilmente transmitidos nas nossas cadeias... televisivas.
D.: Escrever, é uma paixão? H.: Escrever, já foi uma paixão. Agora, é apenas um breve exercício diário pelo qual tento aceitar a realidade do nosso planeta, onde satirizo tudo o que se mexa.
D.: Conta-me... Qual é o teu maior sonho? H.: O meu maior sonho é poder escrever argumentos para cinema e televisão. Ainda não desisti do sonho, pois tenho v…
Caminhando, passo a passo, em busca da direcção certa. Encruzilhadas, caminhos sinuosos, nós. Trajetórias certas, itinerários rigorosos. Sonho, objetivo, ideal ou utopia? Não sei; quem sabe? Pegadas soltas, areal percorrido lentamente. À velocidade inconstante de um sopro ou de um bater mais forte. Hesitação. Saber ou não saber se seguir em frente ou esperar. Guerrear? Ceder? Calma ou rapidez de um sussurro. Murmúrio. Zumbido. Subir do monte mais alto, sem cessar nem ocultar passo algum. Correr, não ficar para trás, nem perder. Deixar passar o vento e segui-lo até onde ele nos levar, sem hesitar, ir. Não ficar, viver.

Chiado Editora | Tia Guida

Imagem
Quando se fala de cancro, acho que a primeira coisa que sentimos é pânico. Medo que aconteça a alguém que nos é próximo. Quando decidi ler este livro, confesso que o que me motivou foi, realmente, o fato de ter apanhado um grande susto com uma pessoa muito importante da minha família. Após ler uma breve síntese da obra, foi fácil perceber que se tratava de uma história verídica, escrita por um parente, de uma mulher que passou por uma fase muito dura. Por isso mesmo, resolvi explorar um pouco mais aquilo pelo que as pessoas de verdade passam e não apenas ver meia dúzia de notícias que lemos na internet ou assistimos na televisão. A tia Guida é a segunda mãe do autor, do André Fernandes. E, infelizmente, não se livrou da "doença da moda". Esta composição ensinou-me muitas coisas. Agora ou mais tarde, não deixem de a ler. Aconselho, façam-no. Por exemplo, eu não sabia que o metal causava uma estranha reação de choque a estes pacientes. Vocês sabiam? A sério, é um ensinamento,…